Convenções
^Voltar ao topo

  • 1 Dia do marceneiro...
    34ª Festa do Dia do Marceneiro! Confiram no link Informativos...
  • 2 Sindicato em Ação...
    Sindicato em ação - Paralisação em Carmo do Cajuru...
  • 3 Diretoria...
    Diretoria atual do SINDMAR...
  • 4 A importância de um marceneiro...
    Valorizar o profissional que cria, desenvolve e finaliza o melhor design para seu conforto...
  • 5 A Criatividade...
    Para cada móvel, um grande marceneiro e equipe...

SINDMAR MG

Sindicato dos Oficiais Marceneiros de Belo Horizonte e Região

  
  
  

Convenções Coletivas

O que é uma Convenção Coletiva de Trabalho?

A Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) é o resultado das negociações entre sindicatos de empregadores e de empregados. Uma vez por ano, na data-base, é convocada Assembléia Geral para instalar o processo de negociações coletivas. No caso do SINDMAR, existem 2 datas-base: 1º de julho – para Belo Horizonte e Região e Carmo do Cajuru; 1º de novembro para os demais municípios.

Isto significa que, nestas datas, reajustes, pisos salariais, benefícios, direitos e deveres de patrões e empregados serão objeto de negociações. Se os sindicatos, autorizados pelas respectivas assembléias gerais, estiverem de acordo com as condições estipuladas na negociação assinam a Convenção Coletiva de Trabalho, documento que deverá ser registrado e homologado no órgão regional do Ministério do Trabalho (DRT). As determinações da CCT atingem a todos os integrantes da categoria.

O que é acordo coletivo?
É o documento que formaliza os termos das negociações trabalhistas firmadas entre uma empresa e o(s) sindicato(s) dos empregados. Vincula apenas as partes envolvidas e não toda a categoria, como é o caso da Convenção Coletiva.


O que é dissídio coletivo?
Caso as negociações trabalhistas não sejam concluídas de forma amistosa, pode ser instaurado um processo judicial, encaminhado à Justiça do Trabalho para que o tribunal decida pelas partes litigantes. A esse processo judicial, dá-se o nome de dissídio coletivo.


A partir de qual data as determinações da Convenção Coletiva devem ser aplicadas?
A Convenção Coletiva entra em vigor três dias após a data de entrega (protocolo) no órgão regional do Ministério do Trabalho, conforme determina o parágrafo 1o. do art. 614 da Consolidação das Leis do Trabalho (C.L.T.).


O que é a Comissão de Conciliação Prévia?
A Lei 9958/00 incluiu na C.L.T. o título VI-A que trata das Comissões de Conciliação Prévia e faculta às empresas e aos sindicatos instituírem tais comissões para solução de conflitos individuais de trabalho. A comissão será sempre paritária e o termo de conciliação é título executivo extrajudicial.


Que critério deve ser seguido para contratação de autônomos?
A contratação de autônomos deve observar fundamentalmente que o contratado não preste serviço que compreenda a atividade fim da empresa. Além disso, os autônomos não devem trabalhar habitualmente dentro da sede da empresa, com jornada de trabalho idêntica aos funcionários regidos pela C.L.T., necessitando, pois, contar com local de trabalho independente e possuir diversos clientes. Se um profissional é contratado e tem subordinação, horário e salário, não é mais um autônomo, trata-se de Empregado.


Ano 2011


Região Metropolitana de BH

Região Ubá

 

Ano 2012


Região Metropolitana de BH

Reigião Ubá

Estadual

Ano 2013


Região Metropolitana de BH

Região Ubá

Estadual

 

Ano 2014


Região Metropolitana de BH

Região Ubá

Estadual

 

Ano 2015

Região Metropolitana de BH

Estadual

 

Ano 2016

Convenção Coletiva 2015/2016 Pólo Ubá

Convenção Coletiva 2016/2017 Pólo Ubá


Ano 2018

CCT 2017-2018 Pólo Ubá

 

 Ano 2017

Convenção Coletiva 2017/2018 RMBH

 


 O que é um Acordo Coletivo?

É o documento que formaliza os termos das negociações trabalhistas firmadas entre uma empresa e o(s) sindicato(s) dos empregados. Vincula apenas as partes envolvidas e não toda a categoria, como é o caso da Convenção Coletiva.

 

O que é um Dissídio Coletivo?

Caso as negociações trabalhistas não sejam concluídas de forma amistosa, pode ser instaurado um processo judicial, encaminhado à Justiça do Trabalho para que o tribunal decida pelas partes litigantes. A esse processo judicial, dá-se o nome de dissídio coletivo.

A partir de qual data as determinações da Convenção Coletiva devem ser aplicadas?
A Convenção Coletiva entra em vigor três dias após a data de entrega (protocolo) no órgão regional do Ministério do Trabalho, conforme determina o parágrafo 1o. do art. 614 da Consolidação das Leis do Trabalho (C.L.T.).

 

O que é uma Comissão de Conciliação Prévia?

A Lei 9958/00 incluiu na C.L.T. o título VI-A que trata das Comissões de Conciliação Prévia e faculta às empresas e aos sindicatos instituírem tais comissões para solução de conflitos individuais de trabalho. A comissão será sempre paritária e o termo de conciliação é título executivo extrajudicial.

 

Que critérios devem ser seguidos para Contratação de Autônomos?

A contratação de autônomos deve observar fundamentalmente que o contratado não preste serviço que compreenda a atividade fim da empresa. Além disso, os autônomos não devem trabalhar habitualmente dentro da sede da empresa, com jornada de trabalho idêntica aos funcionários regidos pela C.L.T., necessitando, pois, contar com local de trabalho independente e possuir diversos clientes. Se um profissional é contratado e tem subordinação, horário e salário, não é mais um autônomo, trata-se de Empregado.

Copyright © 2013. SINDMAR MG - Sindicato dos Oficiais Marceneiros de Belo Horizonte e Região  Rights Reserved.